Como podemos controlar a pressão arterial através da alimentação saudável?

Alimentação Saudável Medihosp

As doenças cardiovasculares são responsáveis ​​pelo maior número de mortes no Brasil e, em mais da metade dos casos, isso se deve à hipertensão. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a hipertensão atinge 30% da população adulta brasileira e está presente em mais de 50% dos idosos.

Você sabia que o limite diário de consumo de sal é de 5 gramas e temos o hábito de consumir em torno de 12 gramas? Parece um exagero dizer que consumimos mais que o dobro do que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda.

O controle da hipertensão depende de muitos fatores além do uso correto dos medicamentos. A alimentação é um dos principais fatores e o sal contribui para a retenção de líquidos e para a hipertensão, tornando-se um grande vilão contra diversos aspectos do nosso corpo. Embora não haja cura, podemos mudar nossos hábitos para prevenir e controlar a pressão arterial.

A alimentação deve ser rica em frutas, vegetais, grãos integrais e grãos como aveia, grão de bico e feijão. Também é importante consumir alimentos com baixo teor de gordura, preferindo leite e derivados desnatados e peixes e carnes magras. Além disso, você deve investir em gorduras boas, usar azeite no preparo dos alimentos e consumir frutas e sementes diariamente.

Confira alguns alimentos que podem ajudar no controle diário da hipertensão:

 

AVEIA

Medihosp Aveia

Esse alimento ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue e é uma ferramenta importante para pacientes hipertensos. A aveia também contém magnésio, que junto com o cálcio ajuda a relaxar os músculos e reduz o inchaço no corpo.

 

AMÊNDOAS E NOZES

Medihosp Amendoas Nozes

Sendo uma boa fonte de magnésio, as amêndoas e as nozes atuam como vasodilatadores, o que significa que dilatam os vasos sanguíneos, o que ajuda a controlar a pressão arterial. Esses alimentos também são ricos em vitamina E, um dos principais antioxidantes naturais disponíveis, que ajuda a retardar o envelhecimento e diversas complicações cardíacas.

 

ÔMEGA-3

Medihosp Ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3 encontrados em alimentos como sardinha, salmão, atum, linhaça e azeite devem ser consumidos por pessoas com hipertensão além da ingestão diária normal recomendada.

 

ERVAS

Medihosp Ervas

O que a salsa, a cebolinha, o coentro, o alecrim, a sálvia, o manjericão, o louro e o tomilho têm em comum? Todos eles são ótimos temperos naturais e por isso podem substituir o uso do sal como nenhum outro alimento. O sódio promove a retenção de líquidos no corpo, aumenta a pressão arterial e aumenta o risco de doenças renais e cardiovasculares.

 

ALHO

Medihosp Alho

Ótima fonte de vitamina C, o alho tem alto poder antioxidante, ajudando a reduzir os radicais livres responsáveis ​​pelo envelhecimento precoce, câncer e até doenças cardíacas. Além disso, a combinação de vários elementos presentes neste alimento, como o magnésio, ajuda – ainda que de forma simples – a dilatar os vasos sanguíneos, reduzir a pressão e facilitar a circulação sanguínea.

 

GRÃOS INTEGRAIS

Medihosp Grãos

Além de reduzirem o risco de diabetes, previnem o câncer, ajudam a manter o peso e até ajudam a combater a hipertensão. Há muitos motivos para incluir grãos integrais, como farelo de aveia e gérmen de trigo, em sua dieta. O benefício desses alimentos é a concentração de magnésio que, como muitos outros alimentos desta lista, estimula a dilatação dos vasos sanguíneos e reduz o inchaço típico de pessoas com retenção de líquidos.

 

POTÁSSIO

Medihosp Potássio

Se por um lado o sódio estimula a retenção de líquidos no organismo, aumentando a circulação sanguínea e consequentemente a pressão arterial, o potássio atua como natriurético, estimulando a excreção do sódio presente no organismo. Portanto, alimentos ricos nesse elemento são altamente recomendados para pacientes hipertensos.

 

LEITE E DERIVADOS

Medihosp Leite

Fontes importantes de cálcio, leite e derivados não podem ser omitidas da dieta de pessoas com hipertensão. O cálcio atua como hipotensor, ou seja, atua na redução da pressão arterial porque estimula a excreção de sódio. Uma grande vantagem desses alimentos é o fato de pequenas porções possuírem alta concentração do mineral. A nutricionista também recomenda consumir versões sem gordura e com baixo teor de gordura, como o queijo branco.

 

SEMPRE CONSULTE UM MÉDICO

O que discutimos aqui é meramente informativo, mas não deve orientar a dieta dos hipertensos e muito menos o seu tratamento. Somente o seu médico poderá definir como esses aspectos devem funcionar e quais alimentos devem estar presentes ou ausentes na sua dieta.

É importante lembrar que embora informações gerais sejam úteis, cada condição é diferente e requer atendimento individualizado para cada paciente e orientação de um especialista, que é o cardiologista.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Medihosp

Medihosp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *